Como manter o guarda-roupas organizado

Uma das maiores desorganizações de uma casa se dá no guarda-roupas. Isso porque é muito comum retirarmos uma peça de roupa do lugar e, com toda a correria ou até mesmo da preguiça, não colocar de volta. Porém isso pode ser evitado com um pouco mais de cuidado ao escolher onde cada uma de suas peças vão ficar. 

Pensando exatamente em maneiras de acabar com essa desorganização e facilitar o acesso às roupas no dia a dia que reunimos algumas dicas de como arrumar o guarda-roupas e deixá-lo sempre lindo e bem organizado:

1 - Pratique o desapego

O primeiro passo é se livrar de tudo o que você não usa mais. Esqueça o apego emocional e foque na organização. Se você não usa há mais de 1 ano, não irá mais usar mesmo.

Para facilitar, o segredo é separar as roupas em 3 pilhas:

  • Adeus mesmo

Na primeira pilha coloque tudo o que não está em boas condições para ser descartada corretamente no lixo. Roupas rasgadas, manchadas e sem condições de uso. Uma opção para elas é reciclar e usar como pano de chão ou deixar para que seu bichinho de estimação brinque.

  • Repasse

Nesta pilha você irá acumular tudo o que está em boas condições mas não usa mais. Peças fora de numeração, fora da moda ou simplesmente aquele presente que você jurava que ia usar mas ficou encostado no guarda roupas por anos.

Essas peças são excelentes para doações e podem ser muito úteis para alguma família em dificuldade.

  • As que ficam

Nem tudo será descartado! Suas peças favoritas e mais importantes podem voltar para dentro do armário sem problema algum. 

2 - Separe por categorias

Pode ser por cor, por estilo ou por necessidade, mas separar as roupas por categoria é essencial para que a organização seja bem funcional. Afinal, é muito mais fácil saber onde estará aquela calça jeans azul escuro se você tiver um compartimento específico para suas calças jeans. 

3 - Cada um no seu lugar

Antes de começar a guardar suas roupas de volta, é hora de começar o planejamento e identificar todos os espaços e o que irá em cada um deles. A dica principal aqui é deixar o que você mais usa em fácil acesso.

4 - O que vai nas gavetas

Roupas íntimas, pijamas e roupas de ginásticas são as melhores peças para ficarem em gavetas, isso porque não costumam amassar tanto e podem ser guardadas em rolos, facilitando o acesso e economizando muito espaço.

Deixe as gavetas mais baixas para peças que não tenham tanto uso, ou que sejam usadas apenas em épocas específicas, como roupas de piscina. 

5 - Divisórias para gavetas? Sim!

Divisórias permitem que as gavetas fiquem ainda melhor organizadas, principalmente quando é o caso de roupas íntimas. Mas além das peças menores, como meias, calcinhas e lenços, as divisórias também auxiliam na hora de guardar as blusinhas que você optou por dobrar. 

6 - Padronize os cabides

Manter o mesmo estilo de cabide colabora com o encaixe no varão e ainda dá um toque no visual. Claro que algumas peças requerem cabides diferentes, como roupas sociais ou casacos, mas você também pode deixá-las separadas em apenas um canto do varão, facilitando inclusive na hora de procurar por cada uma dessas peças.

Além disso, vale a pena prestar atenção na maneira de colocar o cabide ajudando na hora da pressa.

7 - Roupas delicadas em sacos protetores

Pode até parecer demais, mas sacos protetores são ótimos para preservar as roupas delicadas como vestidos longos, ternos e paletós. 

Os sacos protetores mantêm a roupa livre de poeira, evita o amarrotamento e ainda podem ser dobrados ao meio para economizar espaço.

8 - Sobre as prateleiras

Blusas de malha, tricô, vestidos de tecidos mais pesados e outras peças que possam esticar e perder suas características ao serem penduradas merecem ficar dobradas nas prateleiras. O ideal é dobrá-las todas do mesmo tamanho e evitar colocar uma por trás da outra, facilitando a visualização e praticidade na hora de retirar ou colocar uma roupa.

9 - Organizadores são seus amigos

Colmeias para sapatos, caixas, entre outros acessórios podem ser muito bem-vindos, desde que sejam utilizados para organizar, e não para acumular mais bagunça. Existem ainda os organizadores específicos, como no caso de gravatas e lenços que podem ser adquiridos conforme a quantidade dos seus acessórios.

10 - Demarque com etiquetas

Etiquetas identificando o que será guardado em cada compartimento facilita a vida na hora de procurar ou mesmo guardar de volta algum item. Se você contar com um ajudante ou mais pessoas na casa, eles também poderão respeitar a sua organização em precisar decorar o espaço de cada uma de suas roupas.

11 - E os sapatos?

O ideal é ter um sapateiro separado do guarda-roupas, mas nem sempre isso é possível. Para evitar que os sapatos sujem ou até contaminem as outras peças, deixe o calçado respirando um pouco do lado de fora e, antes de colocá-lo de volta ao guarda-roupas, passe um pano ou uma escova para tirar as sujeiras que grudam na rua. 

12 - De olho nas estações

Como dito lá no começo, é importante deixar as roupas mais usadas com o acesso facilitado. Com isso, nas mudanças das estações de ano, inverta a localização das peças de frio e de calor. Assim as blusas terão acesso facilitado no frio enquanto os shorts e blusinhas mais leves ficam mais acessíveis no calor.

13 - Cantinho dos chapéus

Não há a necessidade de amassar chapéus e bonés. Eles podem ficar em algum canto do guarda-roupa ou mesmo pendurados em ganchos na lateral do próprio móvel. 

Se o espaço for pouco, coloque um dentro do outro e deixe um cantinho separado só para esses acessórios.

14 - Mantenha a ordem diariamente

Sabe a famosa frase “depois eu guardo”? Livre-se dela! Guarde sempre suas roupas da maneira que você decidiu organizar. Se ainda houver dificuldade, talvez a organização precise de alguns ajustes para que seja mais eficiente durante a sua rotina.

15 - O modelo do guarda-roupas conta muito!

De nada adianta ter vontade de organizar tudo com seus devidos espaços se o seu guarda-roupas não for apropriado para as suas peças.

Dê preferência para os modelos que combinem gavetas, cabideiro e prateleiras, assim todo tipo de roupa tem um lugar dedicado para ela.

Além disso, considere o seu estilo. Se você usa muito social no dia a dia, talvez precise de um cabideiro maior. Agora se o seu look básico girar em torno de calças e camisetas, talvez você precise de gaveteiros maiores. 

Entender a sua necessidade e como você irá utilizar o guarda roupas é essencial para que a organização seja respeitada e seu dia a dia seja mais simples.

Gostou das dicas? Então, não deixe de acompanhar nosso blog semanalmente. Até a próxima!

Fechar